Publicidade

AGORA LASCOU! Casamento pode te levar a morte

jovem, essa notícia não pretende estragar todos os seus sonhos românticos. Um casamento só pode encurtar sua vida se for mal vivido, daqueles cheios de brigas e tristeza. Nesses casos, os riscos de sofrer problemas cardíacos aumentam. Relacionamentos felizes causam o efeito contrário: fortalecem seu coração. Só que, infelizmente, os efeitos negativos são sempre piores…
A descoberta é de pesquisadores da Universidade do Estado de Michigan. Eles analisaram dados sobre a vida de 1,2 mil homens e mulheres ao longo de cinco anos. Havia relatos sobre a qualidade do casamento e informações sobre a saúde cardiovascular dos participantes.
Quando bateram os dados, os pesquisadores se deram conta que os riscos de morrer por conta de um infarto ou derrame aumentam quando o casal vive um relacionamento ruim. E quanto mais velho o casal pior: eles sentem ainda mais os efeitos negativos do casamento. É que com o passar dos anos as funções do sistema imunológico começam a declinar. Aí o estresse ganha bem mais espaço.
Além disso, quem mais sofre com o casório, em geral, são as mulheres. Segundo a pesquisa, elas tendem a internalizar os sentimentos negativos e, por isso, acabam entrando em depressão – e desenvolvendo mais problemas cardíacos. Um casamento ruim tem consequências piores do que os benefícios trazidos por um relacionamento feliz. Ou seja, amigos, é preciso mesmo escolher bem. Pelo bem da sua vida.
BlogdoCasusa

Ostentação nas redes sociais vira prova na Justiça contra 'caloteiros'

Fotos e postagens estão sendo usadas pela Justiça para enquadrar quem alega não poder pagar as contas, mas faz viagens ou anda de carro novo.

As redes sociais estão ajudando juízes a julgarem processos envolvendo devedores que alegam não ter dinheiro para quitar seus compromissos, mas ostentam um alto padrão de vida na internet. Há casos em que algumas provas são obtidas em redes sociais, como o Facebook e o WhatsApp.

Um dos casos mais recentes aconteceu em Vitória. Um representante comercial que devia pensão, mas alegava não ter carteira assinada nem bens em seu nome, foi flagrado ostentando viagens internacionais, passeios de lancha e um carro novo no Facebook.
As postagens foram apresentadas, e ele acabou fazendo um acordo. O caso foi relatado pelo advogado empresarial Victor Passos Costa, que explicou que esse tipo de prova tem sido cada vez mais usado, especialmente nos casos trabalhistas e de família.
Em outro caso, um juiz decretou a prisão preventiva de um réu que alegou baixa capacidade financeira, mas apareceu no Facebook em viagens internacionais e pilotando uma lancha.
"Há diversos casos nos quais mensagens do Facebook, WhatsApp e Skype são aceitos pelo judiciário como prova. Isso sem falar do e-mail." Victor Passos, advogado
Hoje, diz ele, há diversos casos nos quais mensagens do Facebook, WhatsApp e Skype são aceitos pelo judiciário como prova. “Isso sem falar do e-mail, que era uma mídia de comunicação on-line desacreditada até pouco tempo”, aponta Costa.
O juiz Jorge Vaccari Filho, titular do 1º Juizado Especial Cível de Colatina, lembra que em muitos casos a prova obtida pela via eletrônica é até mais relevante do que uma prova testemunhal ou documental. “Não é incomum nos processos sujeitos que alegam pobreza serem flagrados em situações de ostentação de riqueza, com carros de luxo, em cruzeiros e viagens internacionais”.
Para o advogado Bruno Gavioli, essas são provas frágeis. “As pessoas mentem nas redes sociais, e não tem nada que comprove que você não está mentindo”.
Ele conta que teve um caso em que uma pessoa foi flagrada em operação da Receita Federal, acusado de fraude fiscal. “Tentaram provar que o patrimônio que ela declarava não correspondia ao que ela postava na internet. Mas foi uma prova fraca”.
Alguns casos
Em dificuldades financeiras... Ou não
Curtindo a vida
Um réu de um processo no Espírito Santo, que vive em São Paulo, alegou baixa capacidade financeira e que havia sofrido um infarto para não poder acompanhar o processo em Vitória. Suas postagens, no entanto, mostravam viagens internacionais, passeios de avião, trilhas e idas à academia. Com isso, o juiz do caso pediu sua prisão preventiva.
Viagens e lancha
Um representante comercial de Vitória, que estava devendo o pagamento de pensão alimentícia, mas que alegava não ter carteira assinada nem bens em seu nome, foi flagrado ostentando duas viagens internacionais, passeios de lancha e um carro novo no Facebook. Ele acabou fazendo um acordo.
Sogro da onça
Uma mulher teve o carro penhorado mas declarou que tinha vendido o carro para terceiro. O terceiro, questionado no processo da penhora, disse que não conhecia a devedora, que apenas tinha comprado o carro dela. No Facebook, se descobriu que o dono do carro era genro da devedora – o que foi provado com fotos do próprio site. O caso aconteceu em Cariacica.
Mentira no trabalho
Doente e na balada
Em outro caso de uma empresa de construção da Serra, uma funcionária faltou ao trabalho dizendo que estava passando mal. No mesmo dia, à noite, postou uma mensagem dizendo que ia a uma festa curtir, se embebedar e se divertir. Ela foi punida com advertência.
Flagra no WhatsApp
O operário de uma empresa do ramo da construção de Vitória foi demitido por justa causa, depois de um flagra no WhatsApp. Ele faltou ao trabalho para ir pescar e pediu a outra pessoa para registrar o ponto no lugar dele. No mesmo dia, postou uma foto pescando no grupo de colegas da empresa, mas se esqueceu de que sua gerente era um dos membros.
Xingou no grupo
Em um grupo do trabalho do WhatsApp, um trabalhador de Cariacica chamou outra colega de vagabunda. Foi condenado a pagar R$ 3 mil por danos morais.
Reclamou no Face
O empregado de uma empresa de Vitória postou um “desabafo” no Facebook em que entendia que tinha que ter ganhado um tíquete que não ganhou e que estava de saco cheio de trabalhar na empresa. Foi demitido por justa causa.
Provas são usadas contra profissionais
Trabalhadores que mentem para os superiores ou fingem estar doentes também têm sido pegos pelas redes sociais. Um dos casos mais comuns nas empresas é o da pessoa que dá atestado médico e viaja. Sem querer, acaba revelando nas redes a mentira.
“Já tive um caso em que a pessoa que trabalhava em uma empresa de plano odontológico de Vitória deu atestado médico em uma sexta-feira e marcaram ela em uma foto no mesmo dia, com bebida alcoólica na mão. Ela foi demitida”, conta o advogado trabalhista José Carlos Rizk Filho.
Outro caso comum em redes sociais é do empregado falar mal da empresa publicamente. “O que tem que se avaliar é a amplitude desse comentário, se é público, se o círculo de relacionamentos é grande, e qual o impacto disso para a empresa”, explica Filho. “Mas é preciso lembrar que tudo que não pode falar em público, não pode falar nas redes. Porque, de certa forma, não é uma conversa individual, é algo público”, detalha.
As punições no contrato de trabalho devem ser graduadas de acordo com a gravidade da falta e o critério de proporcionalidade, diz o advogado Victor Passos Costa. “O funcionário que durante horário de trabalho falta e fica curtindo, deixa de trabalhar por causa disso, é o mais grave. A punição pode ir de advertência escrita, passando por suspensão até demissão por justa causa”.
Fonte: A Gazeta
JUSBRASIL

Governo da Paraíba prorroga campanha de vacinação contra paralisia infantil

polios
A Secretaria de Estado da Saúde (SES-PB) prorrogou até o próximo dia 10 de setembro a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Poliomielite, que terminaria nesta segunda-feira (31). O Estado tem autonomia para estender o período de vacinação e o objetivo é atingir a meta de vacinar 95% do público-alvo, crianças de seis meses a menores de cinco anos (4 anos, 11 meses e 29 dias), um total de 261.141 crianças na Paraíba.
Até agora, já foram vacinadas 205.215 crianças, o que representa 78,26% da meta estabelecida pelo Ministério da Saúde. Este número supera a meta do país, que atualmente é de 68,05%. A Paraíba está no segundo lugar no ranking de cobertura vacinal nacional, ficando atrás apenas do Estado de Santa Catarina (atualmente com 80,28% de cobertura vacinal).
“A Paraíba segue se destacando no cenário nacional da campanha devido ao trabalho de base e empenho de todos os profissionais de cada município paraibano. O novo prazo tem como objetivo imunizar o maior número de crianças possível e, consequentemente, atingir a meta instituída pelo Ministério da Saúde”, disse a enfermeira do Núcleo de Imunização da SES-PB, Márcia Queiroga.
Márcia lembra, ainda, que a Multivacinação para Atualização da Caderneta de Vacinação também segue. “A atualização do cartão de vacinação não tem meta, mas continua até o dia 10 de setembro, junto com a Campanha Contra a Poliomielite. Alertamos aos pais e responsáveis que levem as crianças para a unidade de saúde mais próxima. A vacina é a forma mais eficaz de prevenir a paralisia infantil”, disse ela. Todas as unidades de saúde do Estado estão abastecidas com as vacinas.
Campanha – Esta é a 36ª Campanha contra a Poliomielite no Brasil e em 2015 comemora-se o 26º ano sem a doença no país, que está livre do poliovírus desde 1990. A Campanha Nacional de Multivacinação para Atualização do Esquema Vacinal é uma importante ação das gestões em saúde. Neste caso, o grupo alvo para a campanha são todas as crianças menores de cinco anos de idade.
É importante lembrar aos pais e responsáveis que não se esqueçam de levar a carteirinha de vacinação aos postos de saúde.
Poliomielite – A paralisia infantil é uma doença infectocontagiosa grave, que afeta o sistema nervoso, provocando paralisia principalmente dos membros inferiores. É causada e transmitida por um vírus (poliovírus – entra por meio da boca e do nariz e se multiplica na garganta e no trato intestinal, alcança a corrente sanguínea e, em seguida, pode atingir o cérebro) e a infecção se dá principalmente por via oral.
Quando a infecção ataca o sistema nervoso, destrói os neurônios motores e provoca paralisia nos membros inferiores. A pólio pode, inclusive, levar o indivíduo à morte se forem infectadas as células nervosas que controlam os músculos respiratórios e de deglutição. A facilidade de movimentação das pessoas de um lugar para outro no mundo favorece a disseminação do vírus, que pode ser reintroduzido em um país que já não apresenta mais casos.
A vacina contra a poliomielite é aplicada via oral de forma rápida, segura e indolor. A criança toma apenas duas gotas, o que corresponde a uma dose. No Brasil, a vacina é dada rotineiramente nos postos da rede municipal de saúde e durante as campanhas nacionais de vacinação.
Assessoria

PELA CULATRA: TSE aponta 15 irregularidades em campanha tucana

aécio-neves-viomundoA ministra Maria Thereza de Assis Moura, relatora do processo que analisa a prestação de contas da campanha do senador Aécio Neves (PSDB-MG) à Presidência da República no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), apontou 15 irregularidades nos documentos entregues à Corte pelo tucano e pediu esclarecimentos sobre o caso.
As doações das empreiteiras Odebrecht e Construbase, que somam R$ 3,75 milhões, foram questionadas pelo TSE. Aécio teria repassado ao seu partido R$ 2 milhões da Odebrecht, empresa investigada pela Operação Lava-Jato, mas não registrou a transferência na prestação de contas. Segundo a assessoria do PSDB, as irregularidades não passam de erros contábeis.
Outro problema revelado pelo Tribunal diz respeito à diferença entre o valor declarado pela campanha e o montante efetivamente doado pela construtora Construbase. O candidato tucano recebeu R$ 1,75 milhão, mas declarou R$ 500 mil. Das 15 falhas detectadas, pelo menos três foram consideradas infrações graves.
* Com informações do Estado de S. Paulo

Ricardo Coutinho recua da nomeação de Trocolly e não tem certeza se o PMDB hoje é seu aliado

1433948962788-ricardo-coutinho
O governador Ricardo Coutinho (PSB) negou na manhã desta segunda-feira, 31, que O PMDB vá assumir nova pasta. Ele disse que não vai nomear a ex-deputada Olenka Maranhão (PMDB) para assumir secretária na gestão estadual nem também o deputado Trocolly Junior para Olenka assumir a titularidade na Assembléia Legislativa, sem saber se o partido continua aliado de sua gestão. Acho até que que o deputado Trocolly Junior também não quer mais assumir cargo, disse Ricardo.
Ele afirmou que “não posso nomear auxiliares que não sei se não meus aliados mesmo, são cargos de confiança e precisamos conversar sobre o assunto”, pontuou acerca da parceria entre as legendas.
O governador concedeu entrevista coletiva durante visita técnica ao Trevo das Mangabeiras, que será inaugurado hoje a noite com a presença de secretários e autoridades da prefeita e governo do estado. Obra beneficia centenas de milhares de pessoas que trafegam pelos bairros da Zona Sul de João Pessoa diariamente.
Polêmica Paraíba

Polícia detém 18 suspeitos por assaltos e recupera 19 veículos roubados

Blog do Gordinho

armas-telefoneA Polícia Militar fechou o fim de semana com 18 homens detidos por assaltos a pessoas, ônibus, estabelecimentos comerciais e veículos, nas cidades de João Pessoa, Queimadas, Conde, Alagoinha, Serra Branca, Campina Grande, Cajazeiras e São Sebastião de Lagoa de Roça. No período, foram recuperados 11 carros e oito motos com registros de roubos.
O destaque foi a prisão de três suspeitos de assaltar um posto de combustíveis, na cidade do Conde, Litoral Sul da Paraíba. Gabriel Augusto Cardoso da Silva, de 18 anos, Josivan da Silva Santos, 22, e Romário Oliveira do Nascimento, 21 anos, estavam patrocinando uma festa para comemorar os últimos roubos realizados na região, conforme informações do tenente Tiago Carneiro, da 1ª Companhia Independente da PM.
“Eles foram reconhecidos por uma vítima que estava no posto de gasolina e com eles foi apreendido também um carro utilizado no assalto”, explicou, ao acrescentar que o trio vai ser investigado por vários crimes contra o patrimônio na região.
Os três suspeitos, a arma e o carro apreendido foram levados para a Delegacia da Polícia Civil, em Alhandra.
Veículos roubados recuperados – Os 19 veículos roubados recuperados (11 carros e oito motos) ocorreram em rondas e abordagens nas cidades de João Pessoa, Lucena, Patos, Soledade, Campina Grande e Nova Floresta.

Mensagem falsa no Facebook põe em risco computador de contribuintes

Uma mensagem falsa postada no Facebook induz os internautas a procurar informações no site da Receita Federal, mas, na verdade, trata-se de mais uma das artimanhas de criminosos para instalar programas maliciosos no computador da vítima. O texto desperta a curiosidade, pois diz que o nome da pessoa “está aparecendo na lista de inscrições da malha fina”.
Tela com mensagem falsa
A tela apresentada no Facebook mistura um link verdadeiro da Receita Federal e um falso, que baixa um programa para o computador dos desavisados. Por segurança, o Fisco alerta que os programas, como o gerador do Imposto de Renda, por exemplo, devem ser obtidos diretamente na página da RFB na internet. No caso do programa que é disponibilizado na mensagem falsa, um olhar mais atento permite verificar que o servidor de aplicativos não é o da Receita Federal (como na linha tracejada em vermelho).
Link leva o usuário a baixar programa de site que não é da Receita Federal
Embora tenha um perfil oficial no Facebook , a Receita tem deixado claro que não se trata de um canal de atendimento ao contribuinte e que pretende, com as publicações, “estabelecer laços menos formais no relacionamento com o contribuinte, por meio de campanhas, dicas e mensagens de interesse da administração".
Além das mensagens em redes sociais, criminosos procuram sempre se utilizar de formas fáceis de enganar os cidadãos usando o nome da Receita Federal e de outros órgãos. Durante o período de entrega da declaração, é comum, por exemplo, aparecerem mensagens eletrônicas (e-mails) com o falso propósito de divulgar facilidades na obtenção do Programa Gerador da Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física.
Assim como nas redes sociais, as mensagens nos e-mails usam indevidamente nomes e timbres oficiais e iludem o cidadão com a apresentação de telas que misturam instruções verdadeiras e falsas, na tentativa de obter ilegalmente informações fiscais, cadastrais e principalmente financeiras. Os links contidos em determinados pontos indicados na correspondência costumam ser a porta de entrada para vírus e malwares (softwares maliciosos ou programas mal-intencionados) no computador, tem informado a Receita.
A Receita Federal esclarece que não envia e-mails sem autorização do contribuinte nem autoriza parceiros e conveniados a fazê-lo em seu nome.
Agência Brasil

Explosão na cadeia de Itaporanga deixa em alerta agentes penitenciários e PM...

Um artefato explosivo foi jogado no interior da cadeia pública da cidade de Itaporanga (PB).

O fato ocorreu neste domingo (30), e assustou agentes penitenciários, policiais e até os detentos.

Segundo as informações, o explosivo foi arremessado para dentro da cadeia por volta das 19:00 horas.

No momento da explosão, os agentes penitenciários e PMs que estavam no local, suspeitaram de uma fuga em massa, já que o explosivo causou um grande forte barulho. Instantes depois da explosão, o local foi cercado pela polícia. Segundo populares, o artefato foi lançado por dois homens que pilotavam uma moto.

Os motoqueiros usavam capacetes e saíram em alta velocidade do local. Até o momento nenhuma pessoa foi presa.

Vale News PB

Secretaria Municipal da Agricultura inicia emissão da declaração ITR - Imposto Territorial Rural 2015


O Secretário Municipal da Agricultura, Sr. Fabiano Batista informa que está aberta a partir desta data 31.08 a emissão da declaração do ITR - Imposto Territorial Rural 2015 de forma gratuita na sede da Secretaria e estenderá o atendimento durante o mês de setembro até o dia 30.
Esclarece ainda de que todos os proprietários de terras tem a obrigatoriedade desta emissão, documento este importante e necessário em todas as situações de declaração correspondente ao agricultor.
O horário de atendimento será realizado das 7 as 11 h. de segunda a quinta
JC

ATRAVÉS DE ASSESSORIA DOM ALDO RESPONDE: “Desafio os denunciantes a mostrar provas”

timthumb (6)
(PARLAMENTOPB) – O arcebispo Dom Aldo Pagotto tem evitado se pronunciar sobre as constantes denúncias anônimas que surgem na imprensa a cada semana. Orientado por seus advogados, o religioso tem adotado a postura de não rebater as informações, por não ver dados substanciais que não restrinjam as notícias a meros boatos. O jornalista Eisenhower Almeida, responsável pela Pastoral de Comunicação da Arquidiocese da Paraíba, falou ao ParlamentoPB que dom Aldo está cumprindo agenda normal de arcebispo, negando, desta forma, o suposto impedimento determinado pelo Vaticano à sua atividade presbiteral.
“O que ele pede é que quem fez as denúncias, que mostre a cara e prove as informações, porque é muito fácil se esconder atrás do anonimato e a única cara a ser dada para bater ser a dele”, diz o jornalista.
Eisenhower acrescentou que, neste sábado, o arcebispo esteve no município de Mataraca, onde presidiu celebração de crisma. O mesmo sacramento foi conferido neste domingo, no município de Serra Redonda. “Não há nenhum impedimento em ordenar padres ou diáconos”, completa Eisenhower.
Por cumprir agenda no interior do estado, talvez demore um pouco, na visão do jornalista, para que o arcebispo leia a reportagem deste domingo do Jornal da Paraíba, e decida se vai respondê-la por meio de nota ou não. Ele disse, ainda, que a reportagem trouxe uma série de notícias velhas, já comentadas anteriormente, e que a única novidade seria esse suposto impedimento do Vaticano, o qual nega ser procedente.

Deflagrada a Sucessão Municipal em João Pessoa: Cartaxo x João x Manuel

download (86)
Eis que, quando menos se espera, o processo eleitoral do próximo ano é deflagrado através de vários sinais, embora o elemento mais formal se deu neste domingo a partir da convenção do PMDB renovando o diretório de João Pessoa numa composição que sela a candidatura do deputado federal Manoel Júnior à Prefeitura da Capital.
O ponto alto da Convenção, afora a implosão de movimento do deputado estadual Gervásio Maia de levar o partido a uma aliança com o PSB foi o conjunto de presenças ilustres de representantes de partidos como PSDB, PSC, PROS, PDT.
Objetivemos: as presenças de Ruy Carneiro, Leonardo e Renato Gadelha, Raoni Mendes e Major Fábio, de outros partidos, deu maior musculatura à pré-candidatura de Manoel Júnior, em especial com a sinalização do PSDB – leia-se Ruy Carneiro e Cássio Cunha Lima. Há conversa ate para 2018, mas isso tratarmos depois.
Em sendo assim, Manoel Jr deflagra o processo sinalizando para composição expressiva, típica de quem quer participar PR valer do jogo.
OUTROS MOVIMENTOS ANTECIPANDO O PROCESSO
Para quem acompanha atentamente o jogo político, dois fatores confirmam o início da disputa. O primeiro elemento foi reportagem e manchete do Jornal Semanario “Contra Ponto”, do jornalista João Manoel de Carvalho tratando de denúncias contra a Prefeitura e contrato com a Revita – empresa Paulista explorando serviços do lixo.
Não importa a veracidade neste momento, posto que o prefeito não tem envolvimento com deslizes neste caso, mas a exposição do assunto traduz a existência de estratégias para atingir a imagem do prefeito aliando PT e escândalos.
JOÃO AZEVEDO, O NOME
Em todos os atos públicos, o governador Ricardo Coutinho resolveu apresentar o secretário João Azevedo como nome em João Pessoa a representar o Governo.
Já não mais existem Estela Bezerra nem outro nome, logo Ricardo optou por João, de Cruz das Armas, como o Ungido.
SÍNTESE
Luciano Cartaxo enfrentará Manoel Júnior e João Azevedo ou vice e versa gerando inquietacoes e cenários de dificuldades, mesmo ele sendo favorito hoje.
ÚLTIMA
“O cancão vai piar…”
WalterSantos

Paraíba tem quatro deputados federais sob investigação no STF

Paraíba tem quatro deputados federais sob investigação no STF
 
Dando continuidade à série de reportagens sobre as acusações criminais contra os parlamentares da legislatura iniciada em 1º fevereiro, o Congresso em Foco destacou hoje a lista dos mais de 130 deputados que no dia 19 de agosto respondiam a inquéritos ou ações penais no Supremo Tribunal Federal (STF). Deste total, quatro são da bancada da Paraíba: Aguinaldo Ribeiro (PP), Benjamin Maranhão (SDD), Efraim Filho (DEM) e Veneziano Vital do Rêgo (PMDB).
 
O número total de processos significa que cerca de 26% dos deputados são suspeitos de participação em crimes. No Senado, o índice já se aproxima de 40%. Dois fatos podem explicar a diferença. O primeiro é que, provavelmente, o Supremo – foro exclusivo para julgamento de conduta criminosa de senadores e deputados federais – não recebeu ainda todos os processos que tramitavam nos estados contra parlamentares que estrearam no Congresso neste ano. O segundo é que o tempo acumulado por alguns deputados na atividade política não foi suficiente para a identificação de eventuais ilícitos por parte de um sistema flagrantemente ineficaz tanto para denunciar quanto para julgar políticos pegos com a mão na botija.
 
Basta dizer que, dos mais de 500 congressistas acusados de atos criminosos desde a promulgação da Constituição de 1988, somente 16 foram condenados e apenas oito chegaram a cumprir a pena. Em muitos casos, os processos simplesmente prescreveram sem que os ministros do STF tivessem julgado o comportamento dos réus.
 
Assim como havia sido feito com os senadores, todos os deputados listados foram procurados. As explicações daqueles que deram retorno aparecem, na relação abaixo, juntamente com a indicação dos números das ações ou inquéritos em tramitação no STF e a natureza dos crimes atribuídos aos acusados.
ParlamentoPB
 
DEPUTADOS FEDERAIS COM PENDÊNCIAS CRIMINAIS
 
Adilton Sachetti (PSB-MT)
 
Adail Carneiro (PHS-CE)
 
Aelton Freitas (PR-MG)
 
Afonso Florence (PT-BA)
 
Afonso Hamm (PP-RS)
 
Aguinaldo Ribeiro (PP-PB)
 
Alberto Fraga (DEM-DF)
 
Alex Manente (PPS-PR)
 
Alfredo Kaefer (PSDB-PR)
 
Alfredo Nascimento (PR-AM)
 
André Moura (PSC-SE)
 
Andrés Sanchez (PT-SP)
 
Aníbal Gomes (PMDB-CE)
 
Antônio Bulhões (PRB-SP)
 
Antônio Balhmann (Pros-CE)
 
Arthur Lira (PP-AL)
 
Arthur Oliveira Maia (SD-BA)
 
Assis Carvalho (PT-PI)
 
Bacelar (PTN-BA)
 
Benito Gama (PTB-BA)
 
Benjamin Maranhão (SD-PB)
 
Beto Faro (PT-PA)
 
Beto Mansur (PRB-SP)
 
Bonifácio de Andrada (PSDB-MG)
 
Cabo Daciolo (sem-partido-RJ)
 
Caetano (PT-BA)
 
Carlos Bezerra (PMDB-MT)
 
Carlos Manato (SD-ES)
 
Célio Silveira (PSDB-GO)
 
César Halum (PRB-TO)
 
Dagoberto (PDT-MS)
 
Danilo Forte (PMDB-CE)
 
Décio Lima (PT-SC)
 
Delegado Edson Moreira (PTN-MG)
 
Dilceu Sperafico (PP-PR)
 
Édio Lopes (PMDB-RR)
 
Eduardo Barbosa (PSDB-MG)
 
Eduardo da Fonte (PP-PE)
 
Eduardo Cunha (PMDB-RJ)
 
Eduardo Cury (PSDB-SP)
 
Efraim Filho (DEM-PB)
 
Erika Kokay (PT-DF)
 
Ezequiel Ângelo Fonseca (PP-MT)
 
Fábio Faria (PSD-RN)
 
Fábio Reis (PMDB-SE)
 
Fausto Pinato (PRB-SP)
 
Félix Mendonça Júnior (PDT-BA)
 
Fernando Jordão (PMDB-RJ)
 
Fernando Torres (PSD-BA)
 
Flaviano Melo (PMDB-AC)
 
Genecias Noronha (SD-CE)
 
Geraldo Resende (PMDB-MS)
 
Giacobo (PR-PR)
 
Giovani Feltes (PMDB-RS)
 
Gorete Pereira (PR-CE)
 
Iracema Portella (PP-PI)
 
Izalci (PSDB-DF)
 
Jair Bolsonaro (PP-RJ)
 
Jerônimo Goergen (PP-RS)
 
João Carlos Bacelar (PR-BA)
 
João Castelo (PSDB-MA)
 
João Paulo Kleinübing (PSD-SC)
 
José Mentor (PT-SP)
 
José Otávio Germano (PP-RS)
 
José Stédile (PSB-RS)
 
Josué Bengtson (PTB-PA)
 
Jozi Rocha (PTB-AP)
 
Júlio Lopes (PP-RJ)
 
Lázaro Botelho (PP-TO)
 
Lelo Coimbra (PMDB-ES)
 
Lincoln Portela (PR-MG)
 
Lindomar Garçon (PMDB-RO)
 
Luciana Santos (PCdoB-PE)
 
Lúcio Mosquini (PMDB-RO)
 
Luiz Carlos Heinze (PP-RS)
 
Luís Tibé (PTdoB-MG)
 
Luiz Cláudio (PR-RO)
 
Luiz Fernando Faria (PP-MG)
 
Luiz Nishimori (PR-PR)
 
Magda Mofatto (PR-GO)
 
Mandetta (DEM-MS)
 
Marcelo Belinati (PP-PR)
 
Marcelo Matos (PDT-RJ)
 
Marcelo Squassoni (PRB-SP)
 
Márcio Alvino (PR-SP)
 
Marco Tebaldi (PSDB-SC)
 
Marquinho Mendes (PMDB-RJ)
 
Marx Beltrão (PMDB-AL)
 
Maurício Quintella Lessa (PR-AL)
 
Missionário José Olimpio (PP-SP)
 
Nelson Marchezan Junior (PSDB-RS)
 
Nelson Meurer (PP-PR)
 
Nilson Leitão (PSDB-MT)
 
Nilton Capixaba (PTB-RO)
 
Osmar Terra (PMDB-RS)
 
Paulo Feijó (PR-RJ)
 
Paulo Magalhães (PSD-BA)
 
Paulo Maluf (PP-SP)
 
Paulo Pereira da Silva (SD-SP)
 
Paulo Pimenta (PT-RS)
 
Pedro Fernandes (PTB-MA)
 
Pedro Uczai (PT-SC)
 
Pastor Marco Feliciano (PSC-SP)
 
Professora Dorinha Seabra (DEM-TO)
 
Renata Abreu (PTN-SP)
 
Renato Molling (PP-RS)
 
Roberto Balestra (PP-GO)
 
Roberto Brito (PP-BA)
 
Roberto Góes (PDT-AP)
 
Rocha (PSDB-AC)
 
Rogério Marinho (PSDB-RN)
 
Ronaldo Carletto (PP-BA)
 
Ronaldo Lessa (PDT-AL)
 
Roney Nemer (PMDB-DF)
 
Rubens Otoni (PT-GO)
 
Sandes Junior (PP-GO)
 
Shéridan (PSDB-RR)
 
Silas Câmara (PSD-AM)
 
Simão Sessim (PP-RJ)
 
Simone Morgado (PMDB-PA)
 
Subtente Gonzaga (PDT-MG)
 
Takayama (PSC-PR)
 
Valmir Assunção (PT-BA)
 
Valtenir Pereira (Pros-CE)
 
Vander Loubet (PT-MS)
 
Veneziano Vital do Rêgo (PMDB-PB)
 
Vinícius Gurgel (PR-AP)
 
Waldir Maranhão (PP-MA)
 
Washington Reis (PMDB-RJ)
 
Weverton Rocha (PDT-MA)
 
Wladimir Costa (SD-PA)
 
Zeca Cavalcanti (PTB-PE)

Índice de mamografias no Brasil está abaixo da média mundial

sistema_de_mamografia_do_hospital_usp_sao_carlos Segundo a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 40% das mulheres brasileiras, de 50 a 69 anos de idade, não fazem mamografia. Essa faixa etária é definida como prioritária para a realização do exame preventivo pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que recomenda que pelo menos 70% das mulheres sejam avaliadas periodicamente.
O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres. Dados do Instituto do Câncer (Inca) apontam que, no Brasil, as taxas de mortalidade continuam elevadas, muito provavelmente porque a doença ainda é diagnosticada em estágios avançados. Na população mundial, 61% das pacientes sobrevivem após cinco anos de diagnóstico.
BlogdoItamar

Prazo de documento 2014 de veículos com placas 5, 6 e 7 termina nesta segunda-feira

Marcelo Carvalho
http://henriquebarbosa.com/wp-content/uploads/2015/08/Final-de-placa-em-56-e-7_FOTO_PAULO-MACIEL-2.jpg
Proprietários de veículos com placas terminadas em 5, 6 e 7 têm até esta segunda (31) para começar a rodar com Certificado de Registro e Licenciamento Veicular (CRLV) atualizado. Se o proprietário não recebeu o CRLV 2015 em até 30 dias depois de ter pagado as taxas, é preciso procurar uma unidade do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PE).
A partir da terça-feira (1º), não será aceito o documento de 2014 do veículo. Para aqueles motoristas cujas placas terminam em 1, 2, 3 e 4, o prazo terminou em junho. A permissão para os veículos terminados em 8, 9 e 0 vai até 30 de setembro.
As pessoas que pagaram o IPVA, taxas, multas de trânsito e seguro obrigatório (DPVAT), mas não receberam o documento, devem se dirigir até o Detran com original e cópia de RG, CPF, além de comprovante de endereço atualizado, para retirar o documento. Apenas o  proprietário ou seu procurador legal podem receber o CRLV do veículo.
O documento do veículo é obrigatório e circular com o CRLV fora de validade é infração gravíssima, com multa de R$ 191,54 e sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Além disso, o veículo ficará retido até a apresentação do documento de 2015. Outras informações sobre o veículo podem ser obtidas no site do Detran.

Crise Econômica Inviabiliza Ofertas de Cursos Superiores no Sertão da Paraíba


cajueiro
A crise econômica vivenciada pelo país tem provocado uma diversidade de cortes no orçamento. Diversos setores tem sentido reflexos imediatos e a educação como uma delas, não foi poupada.
A Universidade Aberta do Brasil (UAB), que oferece Cursos Superiores Públicos na modalidade à distância (EAD) em parceria com Universidades Federais e Estaduais foi atingida pela crise.
Atualmente a UAB possui 170 mil alunos Matriculados e já conta com mais de 120 mil alunos formados.
Na Paraíba, a UAB, possui parceria com a UFPB, UEPB e IFPB. No sertão do Estado são contemplados os Municípios de Catolé do Rocha, São Bento, Pombal, Sousa, Cajazeiras, Itaporanga e Patos.
Recentemente, a UFPB, divulgou a suspensão de novos editais de Cursos de Graduação e Pós-Graduação para o segundo semestre de 2015. Do mesmo modo, a UEPB e o IFPB também deixaram de ofertar vagas.
No intuito de Preservar a oferta de Cursos Superiores oferecidos pela UAB, Estudantes e Professores, tem se mobilizado com uma petição pública a ser enviada á Presidência da República (http://www.peticaopublica.com.br/).
Portal Riacho Noticias com Edras Carneiro