Polícia identifica todos os suspeitos de torturar menor em praia na Grande JP


Após depoimento do adolescente de 14 anos que sofreu crime de tortura na praia de Intermares, em Cabedelo, na Grande João Pessoa, assim como da dupla detida pelo crime, a Polícia Civil já identificou todos os demais envolvidos na ação e informou que, desse grupo restante, de quatro garotos, todos são menores de idade. 
Na tarde dessa quarta-feira (8), o menor foi agredido por um grupo que o amarrou e o enterrou na areia até o pescoço. Enquanto o adolescente estava preso, um dos agressores urinou na cabeça dele.

Segundo o delegado Ademir Fernandes, os dois detidos, de 14 e 21 anos, disseram que o ato era uma brincadeira, de mau gosto, mas apenas uma brincadeira, com a intenção de punir o menor porque ele estaria perturbando o grupo.

O delegado afirmou que a polícia já tinha denúncias anteriores sobre práticas semelhantes, mas que havia dificuldades para investigar os casos.

O maior que já está preso aguarda audiência de custódia. O menor apreendido será encaminhado para o Juizado da Infância e da Juventude.

A polícia segue investigando a localização dos demais suspeitos. “Vamos atrás dessas pessoas. Elas vão ser ouvidas e autuadas”, concluiu o Ademir Fernandes.

Fonte Portal Correio