COM TEMER SÓ AUMENTOU: Escalada do desemprego no Brasil provoca queda de salários


desemprego3
Há um ano e meio, a taxa de desemprego no País segue uma escalada. Do início de 2015 até o trimestre encerrado no mês passado, ela subiu de 7,4% para 11,3%, informou nesta sexta-feira (29) o IBGE. Os dados indicam que o derretimento que vem ocorrendo nos postos de trabalho agora alcança com mais intensidade os salários.
O valor médio do rendimento real dos brasileiros ocupados, no trimestre entre abril e junho, foi de R$ 1.972 – 4,2% menor do que o do mesmo período de 2015. A variação, que já desconta a inflação, é a pior queda desde o início da série, em 2012, e ocorre após nove reduções seguidas.
Com isso, o rendimento médio do trabalhador brasileiro retornou ao nível da virada de 2012 para 2013. O culpado por esse ajuste é o próprio desemprego. Com mais pessoas buscando colocação em um mercado que enxuga vagas, os aumentos salariais perdem força.
No trimestre encerrado em junho, 90,7 milhões de trabalhadores estavam ocupados, 1,4 milhão a menos do que no mesmo período de 2015.
Fonte: Folhapress)
Créditos: Folhapress)

:)