Idosa é encontrada morta em sítio e polícia suspeita de latrocínio, em Piancó

Uma idosa identificada como Terezinha Luíza de Caldas, 78 anos, foi encontrada morta no início da manhã desta terça-feira (5), no sítio Gravatá, localizado na zona rural da cidade de Piancó, no Sertão do Estado.
A suspeita é de que ela tenha sido assassinada com um disparo de arma de fogo na região da cabeça, segundo informou a polícia.
O delegado responsável pelas investigações disse que a idosa teria ido dormir em um armazém no sítio onde foi morta. A intenção dela era vigiar dois sacos de arroz que se encontravam no local, quando o fato ocorreu.
A vítima foi encontrada por familiares que acionaram os serviços do plano funerário, achando que a morte da idosa teria sido natural devido a idade da mulher, mas os funcionários perceberam que ela tinha um hematoma na cabeça e resolveram acionar as autoridades policiais.
A perícia confirmou a lesão na cabeça da idosa e afirmou que o crime pode ter sido um latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte. Ainda há suspeita de que a mulher possa ter sofrido abuso sexual, em virtude da existência de sinais de violência nos órgãos genitais da vítima.
O caso deverá ser investigado pela delegacia regional de homicídios, com sede em Patos e o laudo cadavérico deve ser concluído em 30 dias.
maispatos.com