Pesquisa do Unicef aponta perigos que jovens enfrentam na internet

A maioria acredita que os jovens correm perigo de abuso ou exploração sexual ao usarem a internet
jovens_perigo_internet
Um novo estudo do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) “Perigos e possibilidades: crescendo on-line”, mostra que oito em cada dez pessoas de 18 anos de idade acreditam que os jovens correm perigo de ser abusados sexualmente ou explorados on-line. E mais de cinco em cada dez jovens acham que seus amigos têm comportamentos de risco ao usar a internet.
A pesquisa de opinião internacional consultou jovens de 18 anos de idade de 25 países, incluindo o Brasil, e revela os riscos que eles enfrentam ao crescer em um mundo cada vez mais conectado.
Em entrevista ao Revista Brasil,  o coordenador do Programa Cidadania dos Adolescentes do Unicef, Mário Volpi, fala sobre o estudo.
“O que nós temos trabalhado muito é para que o jovem consiga usufruir das oportunidades presentes na internet, protegendo a si mesmo e protegendo aos outros dessas formas de abuso de exploração de uso da sua informação, ás vezes de bullying, ás vezes de exploração sexual, racismo e ás vezes de ofensa que há na internet. Você saber navegar neste universo, utilizando maior conjunto de informações possíveis pro seu bem-estar, pra sua aprendizagem e protegendo-se dessa forma de abuso”, defende Mário Volpi.
O Revista Brasil é uma produção das Rádios EBC e vai ao ar, de segunda a sábado, às 8h, na Rádio Nacional AM Brasília. A apresentação é de Valter Lima.
Radioagência Nacional