RICARDO COUTINHO ARRASTA CÁSSIO PRO DEBATE DE JOÃO PESSOA




A troca de alfinetadas das últimas horas serviu para explicitar a estratégia do governador Ricardo Coutinho em João Pessoa. Já cônscio do cenário do blocão em torno da reeleição do prefeito Luciano Cartaxo, o socialista deflagra desconstrução conceitual da aliança governista da Capital. E ele é bom nisso.

Ontem, o governador começou essa operação associando o espectro partidário que apóia Cartaxo como concentração e união do “ódio”. Tipo: “Estão todos contra mim”.

Com a reação do senador Cássio Cunha Lima, que ironizou a “obsessão” de Ricardo por ele, o governador aproveitou o gancho e adicionou mais um conceito negativo: “Ele se incomodou porque representa a essência da velha política”.

São passos e palavras que atestam o movimento de Ricardo para desqualificar a aliança adversária e reduzir Luciano Cartaxo à condição de “o candidato de Cássio”.

E faz isso baseado no seu histórico de repetidas vitórias e aceitação, de um lado, e no ‘teto’ dos Cunha Lima em João Pessoa, do outro. Vai potencializar o que fez em 2014 comparando governos e contribuições de cada um na cidade e rivalizar o projeto dele contra o dos demais, confundindo e misturando Cartaxo e o PSDB como se fossem um.

Ricardo jogou a corda. Cássio roeu.

EronCid