Após ameaças, Planalto avalia que não tem mais como ajudar Cunha


cunha chateado
Fontes do Palácio do Planalto afirmam que, apesar dos recados em tom de ameaça ao presidente interino Michel Temer, não há mais o que fazer para ajudar o deputado afastado Eduardo Cunha da cassação. A informação foi divulgada no Blog do Camarotti, do G1, nesta terça-feira (16).
“Não tem o que fazer pelo Eduardo Cunha. No dia em que tiver quórum, ele não tem como escapar da cassação. Pode até adiar a votação, mas ele não vai escapar”, disse um auxiliar do governo.
Os integrantes do governo interpretar como “desesperada” a tentativa de escapar da cassação. “Se, há alguns meses, ele tivesse feito um gesto e renunciado ao cargo, poderia ter escapado de uma cassação. Mas preferiu ir para o enfrentamento. Paciência”, disse o auxiliar.
Após a divulgação dos recados ameaçadores contra Temer, o deputado afastado recorreu às redes sociais para negar o fato. Ele também tem enviado cartas individuais a deputados para que eles mudem seus votos.
Fonte: G1