Ataques a ônibus em Natal causam prejuízo de R$ 4 milhões



A série de atentados criminosos no Rio Grande do Norte já gerou prejuízo de R$ 4 milhões para o setor de transporte em Natal, segundo o sindicato das empresas. Somente na capital, nove ônibus foram danificados e tiveram perda total. Até agora, 32 ônibus e micro-ônibus foram incendiados em todo o Estado nos últimos sete dias.
Os ataques criminosos iniciaram no último dia 29, quando um micro-ônibus incendiado na RN-304, em Macaíba, região metropolitana de Natal.
Um dia antes, áudios de supostos presos do PEP (Presídio Estadual de Parnamirim), localizado na região metropolitana, informavam que iriam queimar ônibus e praticar outros crimes caso o governo do Estado continuasse a instalação de bloqueadores de sinal de telefonia móvel na unidade prisional.
Na sexta-feira, o sistema entrou em funcionamento e o Estado informou que bloqueadores serão instalados em até 90 dias nos presídios do Estado.
Levantamento do Seturn (Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Natal) apontou que cinco empresas tiveram prejuízo de R$ 2 milhões com a perda de nove ônibus. Além disso, todas as empresas deixaram de faturar R$ 2 milhões com passagens por conta das paralisações temporárias dos rodoviários.
Por vários dias, os trabalhadores recolheram os veículos e encerram as viagens em Natal e cidades da região metropolitana antes do horário temendo ataques de criminosos. Ao todo, oito ônibus foram queimados e um totalmente depredado em Natal.
Segundo o presidente do Seturn, Nilson Queiroga, os nove veículos atacados por criminosos tiveram perda total e o tipo de sinistro não é coberto pelas seguradoras. As empresas vão ter de arcar com os prejuízos, pois o seguro cobre apenas danos a terceiros.
Queiroga afirmou que a frota de ônibus de Natal deverá ficar sem a reposição dos nove ônibus. As cinco empresas que tiveram veículos danificados já informaram não ter recursos para compra de novos ônibus.
Atualmente, a frota de Natal é composta por 715 ônibus, sendo 44 veículos novos, adquiridos no final do ano passado. O sistema de ônibus transporta 370 mil passageiros por dia, segundo o Seturn.
Hoje a Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social informou que não foi registrado nenhum ataque a ônibus ou atentado em Natal, na noite de ontem. Seis ônibus corujões que fazem linhas na madrugada rodaram em Natal sem registro de violência. A Guarda Municipal escoltou os veículos o tempo todo, segundo o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Natal.

UOL