Coligação de Cartaxo aciona TRE para tentar barrar participação de Ricardo no guia de Cida


5cd70db9-29ca-4e50-924b-f720e956a8ae
A assessoria jurídica da coligação Trabalho de Verdade informou, neste domingo (28), que a chapa do atual prefeito já protocolou quatro ações na Justiça Eleitoral com o intuito de tentar barrar a participação do governador Ricardo Coutinho (PSB) no guia da candidata a prefeita de João Pessoa pelo PSB, Cida Ramos.
De acordo com o advogado Fábio Brito, coordenador jurídico da coligação Trabalho de Verdade, a participação do governador Ricardo Coutinho no guia eleitoral de todos os candidatos que ele apoia, está garantido pela legislação em até 25% do tempo total nos programas veiculados no rádio e na TV.
“Isso tem que ser respeitado e eu tenho certeza que a Justiça Eleitoral está atenta, por isso, não cairá nos argumentos políticos apresentados pelos adversários”, enfatizou o advogado.
Para o jornalista Walter Galvão, coordenador de comunicação da campanha de Cida, a atitude da coligação encabeçada pelo atual prefeito demonstra claramente o “peso eleitoral” do governador Ricardo Coutinho na cidade que ele governou por dois mandatos consecutivos.
“Ricardo é, indiscutivelmente, a maior liderança política de João Pessoa e da Paraíba, e é nesta perspectiva que os adversários o temem tanto, por ser provocativo no sentido de prometer e cumprir. Ele foi o maior prefeito que esta cidade já teve e promoveu uma revolução de ações em todas os setores da sociedade, que implantaram políticas públicas efetivas. Como governador, Ricardo tem entregado obras que ficarão marcadas na história e no coração dos pessoenses”, enfatizou.
“Já pensou o que seria do trânsito de João Pessoa sem a duplicação da Avenida Pedro II, das alças da Beira Rio, do Trevo das Mangabeiras e do Viaduto do Geisel? O que seria do turismo e eventos de João Pessoa se não fossem a Estação Ciência, Centro de Convenções, reforma e requalificação da Feirinha de Tambaú e do Espaço Cultural?  São por essas e tantas outras ações que até mesmo os próprios adversários reconhecem a força eleitoral de Ricardo”, acrescentou Walter Galvão.
Assessoria