Jovem integrante da facção "comando vermelho" e suspeito de matar PM no Rio de Janeiro é preso na Paraíba


Um jovem de 21 anos, foragido da Justiça Rio de Janeiro desde janeiro de 2014, foi preso na noite dessa terça-feira (16), na cidade da Baía da Traição, no Litoral Norte da Paraíba. Segundo a polícia, ele pertencia a facção carioca ‘comando vermelho’ e é suspeito de de matar um policial militar do Rio de Janeiro.

Wemerson Paiva Fernandes foi encontrado durante uma operação dos policiais da 2ª Companhia Independente. De acordo com a polícia, Wemerson possuí no corpo tatuagens de caveiras fantasmas que representam homicídios cometidos contra pessoas das facções ‘Ada’ (amigos dos amigos) e ‘terceiro comando’, no Rio de Janeiro.

O comandante da 2ª Companhia Independente, capitão Alberto Filho, informou que o acusado estava na Paraíba há menos de duas semanas na casa de familiares. Ainda conforme o capitão, Wemerson nasceu na Paraiba, mas que foi morar no Rio de Janeiro ainda criança.

“Wemerson cumpria pena por roubo, quando teve o benefício e passou a utilizar a torlozeleira, saiu e não retornou mais, sendo considerada foragido”, falou o capitão Alberto Filho,

Ele foi detido e apresentado na Delegacia de Polícia Civil, em Mamanguape, que comunicará o cumprimento do mandado de prisão.

Redação com Tambaú247