Ocorrência termina em agressão entre Agentes de Trânsito e motociclista na cidade de Patos


Está gerando bastante polêmica nas redes sociais um episódio que acabou em agressão envolvendo Agentes de Trânsito em serviço da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos de Patos (STtrans) e um condutor de motocicleta. O fato aconteceu neste sábado, dia 30, por volta das 21h00, no Bairro Belo Horizonte, nas proximidades do Hospital Regional de Patos.
De acordo com informações, Ítalo Silva conduzia a moto dele tendo sua esposa na garupa quando avançou o sinal vermelho que está localizado no cruzamento das Ruas Horácio Nóbrega e Juvenal Ledo. Ao perceberem a infração que pôs risco a vida dos demais condutores e a do próprio casal, os Agentes seguiram o motociclista e deram sinal de parada, no entanto, de acordo com relatos, houve desentendimento entre agentes e o infrator.
O Agente de Trânsito Antônio Coelho disse que o condutor da motocicleta ficou bastante irritado com a abordagem e começou a desferir palavras desrespeitosas à equipe. Os agentes relataram para Ítalo Silva que iriam acionar uma guarnição da Polícia
Postagem de Ítalo Silva
Militar, pois o caso merecia tal atenção. Nesse momento o condutor teria tentado sair de forma brusca em direção ao agente sendo contido pelo Agente Ivanilson Santos que estava na ação.
O fato gerou ainda mais tensão e se fez necessária à intervenção física que acabou causando danos corporais no condutor. “O condutor tentou arremessar o capacete em direção ao agente Ivanilson. Então, nós fomos contê-lo, mas ele resistiu com agressividade e presumidamente os arranhões aconteceram quando nós o seguramos. Nós lamentamos o ocorrido que só aconteceu devido ao comportamento desnecessário do infrator. Nada justifica agressão aos agentes de trânsito por se discordar da lei. O condutor da motocicleta foi apenas contido de sua agressão e se porventura sofreu arranhões involuntários, isso foi consequência de sua agitação no momento que teve de ser imobilizado.”, disse o agente Coelho.
Em sua rede social Facebook, Ítalo Silva relatou que passou o sinal devido sua esposa estar se sentido mau com uma dor forte no estomago. “...me falaram que eu tinha cometido a infração e eu concordei com o fato, me pediram e multaram, me pediram a habilitação e eu no meu entender achei que não caberia ao órgão fazer esse tipo de requisição e me neguei a mostrar, o agente disse que ia ligar para o 190 eu disse que não precisava daquilo, pois eles estariam criando caso, os mesmos não me informam nada, multaram a minha moto, tudo bem, peguei minha moto e sai para seguir viajem os mesmo avançaram pra cima de mim me agredindo, pisando em mim, me arrastando pelo o meio da pista como se eu não fosse um nada, se não fosse um Policial de folga que ia passando na hora não sei o que seria de mim...”, relata. 
O caso foi levado para a Delegacia de Polícia Civil e está a cabo do Delegado Edson Pedrosa que vai apurar o fato. Na delegacia se confirmou que o motociclista não era habilitado e o veículo estava com o licenciamento atrasado. A motocicleta ficou apreendida.


Patosonline.com