Palmeiras vende o atacante Gabriel Jesus por 32 milhões de euros para o Manchester City

Verdão vende Gabriel Jesus para o City
A novela acabou. Enfim, o Manchester City garantiu a contratação de Gabriel Jesus, de 19 anos, pelo valor de 32 milhões de euros (R$ 115 mi, cotação do dia 21, quando o as partes encaminharam o acordo); o Palmeiras ficará com pouco mais de 20,75 mi de euros (R$ 76 mi), valor que engloba a porcentagem do empresário Fábio Caran.
O clube inglês venceu concorrência com outros grandes europeus, como Bayern de Munique, Real Madrid e Barcelona. Os três também tentaram comprar os direitos econômicos do jovem atacante, que preferiu o projeto comandado por Pep Guardiola.
De acordo com informações publicadas pelo Globoesporte.com e confirmadas pelo UOL Esporte com pessoas envolvidas na negociação, o Palmeiras ainda registrou futuros lucros no contato: 5% de uma futura venda irá para os cofres alviverdes, assim como o clube também terá direito a alguns bônus, dependendo do desempenho do atacante na Inglaterra.
Embora negociado para o clube da Premier League, Gabriel Jesus permanecerá no Palmeiras até o fim do ano. O atacante assinou contrato até 2021.
A equipe brasileira estipulou a saída do jovem atleta somente em janeiro para segurá-lo durante a disputa do Campeonato Brasileiro; o City não se opôs à reinvidicação e anunciou o negócio no início da tarde desta quarta-feira.
"Manchester City é um dos grandes clubes do mundo e estou muito honrado por assinar. Temos muitos grandes talentos no time e um treinador fantástico, como é o Guardiola. Sei que aprenderei muito com ele", disse Jesus, que está com a seleção olímpica, ao site oficial da equipe inglesa.
O alto valor oferecido pelo City não foi o único fator determinante para o acerto de Gabriel Jesus. A presença de Pep Guardiola no comando técnico do time também influenciou na escolha. O treinador espanhol participou diretamente da negociação, conversando com o atleta por telefone e apresentando o projeto completo para o camisa 33 do Palmeiras.
Embora tenha surgido como a terceira via em uma negociação com espanhóis (Real Madrid e Barcelona) e Bayern de Munique, o Manchester City decidiu dedicar um carinho especial ao jogador do Palmeiras desde o ano passado.
Segundo apurou o UOL Esporte com pessoas ligadas ao clube, o monitoramento mais específico do clube sobre Jesus começou no Mundial Sub-20 do ano passado.
Gabriel Jesus anotou apenas um gol na competição, a qual a seleção comandada por Rogério Micale terminou com o vice-campeonato. O desempenho do atacante agradou e os relatórios levados à diretoria do Manchester City possuíam elogios concretos; a partir de então, a análise se tornou ainda mais detalhada: olheiros vieram ao Brasil e, discretamente, observaram in loco o camisa 33 do Palmeiras.
A partir dos relatórios dos profissionais, os diretores Txiki Begiristain e Ferran Soriano - ex-funcionários do Barcelona - e Guardiola decidiram pelo investimento. Gabriel Jesus chegará ao Manchester City como uma realidade, não apenas uma aposta.
Pessoas ouvidas pelo UOL Esporte se apegam aos valores envolvidos para valorizarem o status do atacante no clube britânico. Os mais de 30 milhões de euros tornam-se ainda mais significativos se comparados aos pouco mais de 10 mi destinados ao acerto com Marlos Moreno, destaque da Libertadores pelo Atlético Nacional-COL.
Para acertar com o City, Gabriel Jesus rejeitou propostas financeiramente maiores. Barcelona e Manchester United, por exemplo, sinalizaram um salário muito superior ao apresentado pela equipe comandada por Guardiola - segundo apuração da reportagem, os valores chega a 1,5 mi de euros acima do valor apresentado pelo novo clube da jovem revelação palmeirense.
Alheio ao acerto, Jesus se encontra em Brasília nesta quarta-feira, quando realizará o último treino com a seleção brasileira olímpica. A estreia do time que tentará o inédito ouro na Rio 2016 está marcada para esta quinta, às 16h (de Brasília), contra a África do Sul, no Mané Garrincha.
Eduardo Anizelli/Folhapress - UOL