Tarado do cabelo verde assusta alunas da UFPB; caso será analisado


UFPB (Foto: Walla Santos)
A Reitoria da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) determinou que fosse aberta uma sindicância para apurar denuncia de assédio sexual e agressões sofridas por dezenas de alunas do Campus I, em João Pessoa. Segundo a reitora Margareth Diniz, outras medidas de segurança também foram adotadas pela instituição para coibir a violência na instituição.
De acordo a reitora Margareth Diniz, durante entrevista ao Portal ClickPB nesta quinta-feira (11), o conjunto de medidas de segurança que visam garantir a segurança na Instituição será acompanhado pela vice-reitora Bernardina Freire. Já a sindicância foi instaurada pela pró-reitora de Graduação, Ariane Sá, com objetivo de investigar as denúncias contra o aluno, mais conhecido como o “tarado do cabelo verde”, que segundo a reitora está regularmente matriculado na Instituição.
Entenda – Alunos da UFPB denunciaram nas redes sociais uma série de assédios e agressões sofridas por dezenas de alunas do Campus e enviaram cópias do material para o Portal ClickPB. Na denúncia, postada a partir do dia 2 de agosto, um aluno do curso de Licenciatura em Matemática- de cabelo verde – seria o autor dos crimes. Após o relato, centenas de comentários fortaleceram a denúncia e a cobrança para que as autoridades tomem providências, antes que algo pior aconteça, tanto às alunas quanto ao acusado.
Nas postagens nas redes sociais, os alunos ainda pediram que “a cultura do estupro e a misoginia (aversão às mulheres) sejam combatidas na instituição e que as práticas do acusado sejam acompanhadas pelos coletivos feministas e centros acadêmicos de todos os cursos”.
Fonte: CLICK PB

:)