Temer corta 60% das verbas e UFPB fica sem bolsas na pós


michel-temer
O presidente interino Michel Temer cortou verbas da UFPB e a instituição perdeu 74 bolsas de pós-graduação e 124 bolsas de iniciação científica. Em entrevista ao ‘Fala, Paraíba’, a reitora Margareth Diniz contou que o contingenciamento de verbas para este ano chega a 60% no quantitativo de capital e 20% nas verbas de custeio.
Conforme a reitora, os cortes fazem parte de um plano de privatização das universidades federais brasileiras. Ela alertou para o risco de aprovação da PEC 241, que tira do Governo a obrigatoriedade de aplicação de um valor mínimo nas áreas de saúde e educação. 

Fonte: RÁDIO TABARAJA