Temer não irá ao encerramento da Olimpíada, informa Planalto

Aryel Aquino 
michelTemerA Secretaria de Imprensa informou na noite desta segunda-feira (15) que o presidente da República em exercício, Michel Temer, não comparecerá à cerimônia de encerramento da Olimpíada, no próximo domingo (21), no Rio de Janeiro. De acordo com a assessoria, Temer não cogitou ir ao evento, no estádio do Maracanã.
No último dia 5, o presidente em exercício participou da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos. Na ocasião, foi vaiado por parte da plateia ao utilizar o microfone para declarar o evento oficialmente aberto.
Auxiliares do presidente em exercício afirmam que a praxe na cerimônia de encerramento é o prefeito da cidade-sede, o Rio de Janeiro, transferir a “chave” dos Jogos Olímpicos para um representante da próxima sede – Tóquio, capital do Japão, receberá o evento em 2020.
Por isso, argumentam os assessores, não haveria necessidade de o presidente em exercício participar.
Conforme apurou o G1 com integrantes da cúpula do Ministério das Relações Exteriores, o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, confirmou presença no evento de encerramento, e Temer já foi informado sobre isso.
De acordo com a assessoria do Palácio do Planalto, mesmo sem comparecer à cerimônia, Temer poderá se encontrar com Shinzo Abe.
Entre assessores, há expectativa de que o presidente em exercício compareça à cerimônia de abertura da Paralimpíada, em 7 de setembro, também no Maracanã.