UFPB define ações para implementar Memorial Sivuca abrigando artes

201608250957100000004263
A reitora da Universidade Federal da Paraiba, professora Margareth Diniz, delegou à vice-reitora eleita, professora Bernardina Freire a coordenação dos trabalhos e articulações voltadas à implementação do Memorial Internacional Sivuca no espaço físico ao lado da Reitoria abrigando ainda, além de todo acervo do músico em diversas partes do Mundo, as diversas manifestações de artes e cultura em desenvolvimento continuado na UFPB.
A professora esteve reunida ontem, quarta-feira, com a vice-reitora eleita e a cantora, compositora e escritora Glorinha Gadelha, também viúva do famoso músico, tratando de encaminhamentos burocráticos para deslanchar o processo de reativação de articulações e obras, além do trabalho de catalogação de todo o acervo do artista.
Para a reitora, se faz urgente adequar o projeto, inclusive com nova planilha de recursos, visando desencadear o processo de implementação.
- Há uma decisão tomada pela Reitoria de retomar com todo empenho, agora tendo a professora Bernardina Freire como executiva do processo, para a implementação do Memorial Sivuca pelo seu potencial reconhecido internacionalmente – comentou a reitora adiantando que “levemos em conta que o espaço fisico abrigará outras manifestações artisticas em desenvolvimento na UFPB”.
Já a vice-reitora eleita disse que “encaro esta nova missão como um desafio a fazer justiça e dimensionar a obra de um dos mais importantes músicos da Paraiba com reconhecimento internacional”.
Glorinha Gadelha comentou a reunião como proficua e estimuladora. “Temos estado há mais de dez anos nesta luta sem fim para implementar o Memorial Sivuca, agora contando com empenho total da reitora Margareth Diniz, o que nos anima novamente, por isso somos a família e o processo historico gratos”.
WSCOM