Após interrogatório, cadeirante suspeito de estuprar crianças é assassinado e algozes filmam crime


Um cadeirante, suspeito de ter abusado sexualmente de crianças, foi morto, na noite da última quinta-feira (8), no município de Simões Filho, região metropolitana de Salvador, na Bahia. Eduardo Santos Silva, de 42 anos, estava em casa quando foi surpreendido por dois homens, que invadiram a residência, o interrogaram e depois o executaram. Toda a ação foi filmada pelos bandidos.

Segundo testemunhas, os homens entraram no prédio, invadiram o apartamento, fizeram uma sessão de questionamento e atiraram na vítima. Os homens gravaram tudo em vídeo e ainda reviraram a casa do cadeirante.

Os moradores ficaram assustados com o crime e desceram para acompanhar o trabalho da polícia. A delegada Maria Selma Lima afirmou que quando um bandido vai executar uma pessoa ele não costuma filmar a ação, mas quando filmam costumam guardar entre eles. “Dessa vez, o indivíduo filmou e fez questão de divulgar as imagens da pessoa”, disse.

A perícia foi feita no local, as evidências foram colhidas e o vídeo será avaliado, já que parte do corpo do executor aparece na filmagem. As investigações vão ficar por conta do delegado titular da 22ª Delegacia Territorial.