Bancos continuam em greve

Sem acordo, bancários mantém greve por tempo indeterminado
Após nova rodada de negociação na busca de chegar a um acordo de reajuste salarial e pôr fim à paralisação, que entra hoje no sétimo dia útil, os bancários rejeitaram a proposta de aumento e mantiveram por tempo indeterminado, a greve em mais de 13 mil agências do Brasil.
De acordo com Marcelo Alves, secretário geral do Sindicato dos Bancários da Paraíba,  a proposta apresentada hoje foi a mesma anterior, de 7%, que já havia sido rejeitada.
Não existe previsão de uma nova assembleia de negociações até o fim da próxima semana.
Os bancários, por sua vez, querem correção de 14,78% entre outras reivindicações.
PB Agora