Cássio demonstra decepção com peemedebistas ‘traidores’


Prestes a se afastar das atividades parlamentares por motivos de saúde, uma licença sem vencimentos, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) não esconde a decepção com os peemedebistas que livraram a cara da presidente cassada Dilma Rousseff. Na sua conta, com o impeachment da semana passada ela deveria ter perdido os direitos políticos por um período de oito anos, conforme determina a Constituição Federal.

Cássio tem evitado se aprofundar no tema, mas a amigos tem revelado a insatisfação com o que aconteceu durante a votação de cassação da petista Dilma da Presidência da República. Também, não fala sobre a legalidade do ato relacionado ao fatiamento do processo.

Em seu blog – Diário do Poder -, o jornalista Cláudia Humberto dá a dimensão do sentimento de decepção do senador paraibano e líder da bancada do PSDB. A nota, que tem o sub-título “Cavalo de Batalha”, diz: “Político experiente, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) minimiza a traição peemedebista que deu prêmio de consolo a Dilma no Impeachment”.

Depois, ele trás uma frase pronunciada pelo senador Cássio: “Não vamos fazer disso um cavalo de batalha”.


Blog Marcone Ferreira