CBF solicita medalha de ouro ao COI para homenagear Fernando Prass


Convocado para a Olimpíada do Rio de Janeiro, o goleiro Fernando Prass sofreu uma lesão durante os preparativos da Seleção e ficou de fora da conquista do ouro inédito do Brasil no futebol, mas ainda pode se tornar um "medalhista".
Segundo o repórter André Hernan, do SporTV, a CBF vai pedir uma medalha extra ao Comitê Olímpico Internacional (COI) para premiar o jogador do Palmeiras, homenageado por diversos atletas do grupo após o título no Maracanã.
- A CBF vai pedir para o COI uma medalha para o Fernando Prass (...) O COI ainda não respondeu, mas é uma homenagem justa. Todos na Seleção acham uma homenagem justa se conseguir essa medalha para o goleiro - disse o repórter, que acompanhou a seleção principal na vitória sobre o Equador, em Quito, pelas eliminatórias para a Copa da Rússia em 2018.
Aos 38 anos, Prass foi convocado pela primeira vez para a disputa dos Jogos, mas não chegou a entrar em campo. Durante a preparação, ele fraturou o cotovelo direito e, após avaliação, acabou cortado e substituído por Weverton, do Atlético-PR. O goleiro precisou passar por cirurgia e só volta aos gramados em 2017.
Apesar de ter ficado de fora, o goleiro foi lembrando pelos companheiros ao longo da campanha e homenageado após a vitória sobre a Alemanha e o título inédito. Jogadores como Gabriel Jesus, Gabigol e Rodrigo Caio usaram a camisa de Prass para subir ao pódio e receber o ouro.

Fonte GE