Nova Playboy fracassa e todos os jornalistas são demitidos

Marcello Patriota
:
Todos os quatro jornalistas com carteira assinada da Playboy, incluindo o editor-chefe, foram demitidos pela editora PBB, responsável pela publicação, que adquiriu o título da Abril; os cortes foram justificados pela direção com os prejuízos que a Playboy acumula desde o lançamento do primeiro número, em abril, somados a eventos que não tiveram retorno, fracasso comercial, uma vez que a edição de aniversário apenas vendeu dois anúncios, pela carteira irrisória de assinantes – menos de 500 –, e ausência de venda nas bancas, segundo o Portal Imprensa