Polícia Civil descobre esquema de furto de carga de carne bovina em Campina Grande


Polícia Civil descobre esquema de furto de carga de carne bovina em Campina Grande



Um esquema de furto e receptação de cargas de carnes bovina foi de sarticulado pela equipe da delegada Ellen Maria (da Delegacia de Roubos e Furtos de Campina Grande) na última quinta.

Três envolvidos foram presos e dois estão sendo procurados pela polícia civil. O produto era comercializado em Campina. A carga avaliada em “142 mil reais”, da empresa “Master Boi”, saiu do estado de Tocantins, norte do país, com destino a Natal/RN, porém o motorista do caminhão recebeu dinheiro para "desovar" a carga entre Campina Grande e Lagoa Seca.

A encomenda e o furto foram planejados e executados por dois campinenses que estão foragidos. A DRF foi acionada e caiu em campo. Dois comerciantes que atuam na feira central de Campina Grande foram presos e vão responder por receptação.

Dois homens que ainda não foram presos ofereceram um bom dinheiro para que o motorista, que é de São João do Cariri, desviasse a carga para Campina. Para essa empreitada ele afirmou que recebeu “40 mil reais”. A carne foi “desovada” no sítio “Marinho” (entre Lagoa Seca e Massaranduba).

Ficou acertado ainda, segundo o motorista, que após entregar a carne em Campina, ele procuraria uma delegacia fora do estado da Paraíba para informar que havia sido vítima de roubo de carga.

O motorista foi prestar a falsa queixa de roubo em Custódia, Pernambuco. Na delegacia ele afirmou que tinha sido roubado e que os ladrões levaram só a carga. Como era um caminhão frigorífico, os policiais pernambucanos já começaram a estranhar a ocorrência, pois o veículo ficou com o motorista, o que não é muito comum.
Fonte: PB Agora
Redação com assessoria da polícia