Empresário paraibano emite nota esclarecendo suposta apreensão de celulares contrabandeados


whatsapp_image_2016-09-30_at_09.50.02
A polícia federal confirmou que um empresário paraibano teria  trazido dos Estados Unidos 56 aparelhos celulares contrabandeados para revender no estado. A apreensão teria sido feita no aeroporto de Recife nessa sexta (30).
O empresário identificado como Lenilson Guedes, afirma que o vôo que lhe trouxe era doméstico, de São Paulo com destino a João Pessoa, e os aparelhos apreendidos foram comprados em território nacional, descaracterizando o crime de descaminho.
Confira a nota:
NOTA DE ESCLARECIMENTO
Em respeito aos amigos e clientes venho aqui esclarecer que notícias veiculadas em alguns órgãos de imprensa envolvendo meu nome merecem reparos pois os fatos foram totalmente distorcidos.
Nego veementemente que estava vindo do exterior. Embarquei em São Paulo com destino a JPA em voo doméstico da Azull de número 6999 trazendo aparelhos de IPhone adquiridos em território nacional. Portanto, não houve flagrante, nem de fato, nem de direito e provaremos na justiça com os comprovantes de embarque. Não havia drogas, nem bebida, não roubei e nem matei ninguém.
Quem me conhece sabe do meu compromisso com a atividade empresarial por mim exercida, e que – diga-se de passagem – é digna e plenamente legalizada, desde a assistência técnica à importação de acessórios. Tenho a honra de poder usufruir da confiança e credibilidade de clientes, tanto aqui em minha terra, como em outros estados do país; dos mais humildes, aos abonados; dos que utilizam meus serviços para o lazer, aos que necessitam dele para exercer diariamente suas profissões. Sou uma pessoa com caráter totalmente limpo.
Com a Graça de Deus estou bem, e na segurança do lar e da família, que, em nome dela, renovo meus votos de estima e gratidão pela solidariedade que venho recebendo de todos aos amigos.
Fonte: Assessoria e informações do IG