Primo de candidato é preso em flagrante pela PF com dinheiro e santinhos, no Sertão da Paraíba

 
A Polícia Federal autuou na madrugada deste sábado (1º), o Diretor de Transportes da Prefeitura de Diamante, Carlos Damião Mangueira Vital, conhecido popularmente por “Damião Kaki” por suposta compra de votos.
 
De acordo com o Termo de Depoimento do Delegado Federal Jadson Emídio Pereira, o diamantense que é primo legítimo do candidato a prefeito pelo PMDB, Hermes Filho, foi preso em flagrante pela Polícia Militar, com bastante dinheiro e santinhos no bolso, após ser revistado.
 
Ao ser conduzido pela PM, até a Delegacia de Polícia Civil na cidade de Itaporanga, Damião negou que o dinheiro seria para compra de votos.
 
O veículo em que Damião estava, uma Hilux Toyota de cor prata, foi interceptado na altura do sítio Mata de Oitis, e ficou apreendida e recolhida no pátio do 13º BPM, onde só será liberada após o período eleitoral.
 
O Delegado Federal arbitrou fiança e após o pagamento o diamantense foi liberado para responder o processo por Crime Eleitoral em casa.
 
 
Do-Diamante Online