Ricardo Coutinho ganha ação contra ex-primeira dama do Estado Pâmela Bório

862_pamela_borio_e_ricardo_coutinho
Mesmo não sendo candidato nas eleições deste ano, o governador Ricardo Coutinho (PSB) moveu ação na Justiça Eleitoral contra a ex-primeira dama do Estado, a jornalista Pâmela Bório e contra o candidato a vereador Pedro Severino de Souza.
Ricardo não teria gostado da propaganda produzida por Pedro Severino, na qual ele atrela a imagem e o nome de Pâmela como um exemplo de sua proposta política, afirmando que vai lutar por uma maior aplicabilidade da Lei Maria da Penha.
“Chegando a Câmara Municipal usarei a tribuna para lutar, por uma maior aplicabilidade da Lei Maria da Penha, porque não se admite tanta injustiça com a mulher. Notadamente como por exemplo o caso de Pâmela Bório ex Primeira Dama do Estado da Paraíba”, afirmou o candidato.
Já Pâmela é acusada pelo governador de ter dado ampla divulgação através de sua rede social no Instagram ao material de propaganda do candidato Pedro Severino.
O juiz José Ferreira Ramos já proferiu decisão no processo, atendendo o pedido do governador Ricardo Coutinho, para determinar que os acusados retirem o conteúdo irregular da rede social Instagram e dos demais locais eletrônicos, como também se abstenham de veicular a referida propaganda através de outras redes sociais, sob pena de crime de desobediência e multa pecuniária.
“Por uma questão de cautela e preservação da imagem, privacidade do representante, convém que seja deferida a medida de urgência invocada”, escreveu o magistrado em sua decisão.
Fonte: Os Guedes - Créditos: Lenilson Guedes